• Livro sobre Blogs Evangélicos

    O livro foi escrito por um grupo composto por blogueiros cristãos consagrados e reconhecidos no Brasil, trazendo reflexões valiosas a respeito da utilização dessa ferramenta para a divulgação e defesa do evangelho na internet

  • Selo #20milBlogs

    "A UBE agora tem mais de 20.000 blogs associados. Gloria a Deus! E como manda a nossa tradição rsrsrsr... Publicamos um Selo comemorativo! (Em duas cores)."

  • Aplicativo UBEblogs

    Instale agora este aplicativo

  • Rede UBE

    Afilie-se

  • Quem somos

    A UBE nasceu em 30 de agosto de 2007 com o selo dos três peixinhos. Era um sonho dos irmãos Valmir Nascimento Milomem, Altair Germano e Esdras Costa Bentho de congregar blogueiros evangélicos para publicar conteúdo cristão na internet . Até setembro de 2008 a administração e moderação da comunidade

  • Os selos clássicos do UBE Blogs

    Escolha um dos selos cuja cor mais combina com o layout do seu blog e mostre a todos os internautas que faz parte do movimento virtual de blogueiros cristãos que mais cresce na Blogosfera Brasileira.

  • Salmos 133:1

    "Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união."

+-

(A+) (A-)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

DIFICULDADES NA EDUCAÇÃO CRISTÃ

Posted by Izaldil Tavares de Castro on quarta-feira, fevereiro 10, 2016 with No comments
www.ubeblogs.net
 Acabei de ler uma postagem do querido Pablo Martinez, (10/2/2016, às 17 horas) em que ele aborda a questão do pregador itinerante. Imediatamente percebi que ele seria mal interpretado em sua mensagem e comentei essa possiblidade.
Grande parte dos comentários se mostram ofensivos, bem grosseiros, impróprios para quem se diz crente (ou evangélico).
Ali, chamam "todos" os pregadores itinerantes de vagabundos, chatos de galochas, ladrões! Talvez, se eu fosse um pregador itinerante, suspendesse meu ministério, por não ter a quem levar mensagem alguma! Interessante é verificar que cantores itinerantes são, geralmente, bem recebidos!
Para dizer a verdade, estou farto da falta de sensibilidade cristã do povo evangélico; estou exausto da ignorância social dessa gente que se diz povo de Deus. Isso é sintoma de "casa rebelde" (Ez 3.9). Estou boquiaberto com a ignorância bíblica dessa "nossa" gente.
A mídia social abriu a porta para que isso viesse à tona, uma vez que antes não havia a possibilidade da exposição. Não temo dizer que a igreja evangélica, principalmente a pentecostal, falhou no discipulado, no ensino de suas ovelhas. Refiro-me a um ensino pleno: bíblico e social; se possível, promovendo a inclusão (para usar palavra da moda) intelectual.
Entretanto, não houve essa preocupação, por isso, temos hoje uma multidão áspera, grosseira como os israelitas saídos do Egito, os quais não aceitavam instrução e morreram todos os velhos no deserto, por onde perambularam durante 40 anos, até que a geração do êxodo fosse extinta.
Será que esta geração terá de perecer no deserto antes que venha a nova Canaã? Ou nossas lideranças tomarão consciência de suas responsabilidades e aplicarão tanto o ensino quanto a disciplina às ovelhas? Falta ensino, falta bíblia, falta educação formal. Que as lideranças se preocupem com ovelhas tão maltratadas, a fim de que sejamos como os servos da casa de Salomão, os quais causaram espanto à rainha de Sabá.
Ev. Izaldil Tavares de Castro.

AS BODAS DO CORDEIRO (Subsídio à Lç.7 EBD).

Posted by Pr. Genivaldo Tavares de Melo on quarta-feira, fevereiro 10, 2016 with No comments
EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 14/02/2016.
PONTOS A ESTUDAR:
I – AS BODAS DO CORDEIRO.
II –  A REJEIÇÃO AO CONVITE DO CORDEIRO.
III – A NOIVA DO CORDEIRO.

     MUITAS IMAGENS SOBRE O TEMA NÃO CORRESPONDEM.


I – AS BODAS DO CORDEIRO.

1.1 O que será?

Simbologia Bíblica – A igreja como noiva para ser esposa de Cristo.
Todos sabemos que a igreja do Senhor, sempre foi considerada como a noiva de Cristo ou a noiva do Cordeiro, sendo preparada, mas já está preparada,  para o desposório, a ser dedicada a um marido, a saber, a Cristo como uma virgem pura,  disse  o Apóstolo Paulo em IICo 11:2.

Como uma virgem pura, fala da não contaminação da igreja com o mundo, daí, essas “misturebas” carnavalescas de alguns grupos chamados gospel, nada tem com a verdadeira igreja do Senhor.

Não dá para pensar na igreja como se tivesse pensando em uma jovem preparada para o casamento com todas as implicações emocionais do ato. Não teremos essas emoções que são de natureza terrena.

A única coisa que sabemos e muito bem é que iremos encontrar o Senhor nos ares e que consequentemente nos apresentará ao Pai. A isto, o texto sagrado reconhece como sendo, as bodas do Cordeiro.  Ap. 19:7 já é tratada como “esposa”.


1.2 Quem poderá participar das bodas?

A igreja na sua totalidade e claro que sempre nos referimos a igreja invisível, tão invisível quanto o reino de Deus.

1.3 Quem ficará de fora deste glorioso evento?

Ap.22:15 apresenta uma relação Paulo, descreve em suas cartas, tipos de homens que jamais experimentarão a bênção de ver o Senhor face a face.

2Tm 3:2-9 A relação parece finda, mas na verdade, fecha o cerco sobre muitos com a natureza indicada no texto.

II – A REJEIÇÃO AO CONVITE DO CORDEIRO.

2.1 O convite ao povo de Israel.

Disse Jesus ter vindo para o que era seu, mas não foi recebido. Voltou-se para o povo gentio sem esquecer  Israel e o momento culminante da revelação do seu amor por eles, foi quando chorou sobre Jerusalém. Lc. 19:41.

Quando comissionou os setenta, mandou-os primeiramente as ovelhas perdidas da casa de Israel. Mt. 10:6.

Não importa como a doutrina da eleição é vista o que importa é que precisa ir atrás.


2.2 A tragédia dos que rejeitaram a Deus.

O povo de Israel rejeitou e paga  um alto preço,  como pagou ao longo da sua sofrida história.

O ponto máximo desse sofrimento pela rejeição está por vir. 2Ts. 2:7-11.

Todos nós sofremos com a operação do erro e Israel sofrerá muito mais quando chegar aquele dia; após o arrebatamento da igreja. Que o Senhor guarde o seu povo, o povo de Abraão.

2.3 O Rei convida a todos.

Neste tópico o autor diz no final: “(...) todos os que rejeitarem o convite de Jesus, serão excluídos eternamente da presença e da comunhão do Filho de Deus”. Penso que o autor afirma isto com base na parábola que apresenta um fim eterno.

Haverá salvação no milênio?

Ap. 7:9-17 mostra que sim. Lembrar que o Espírito Consolador subiu com a igreja, não obstante o Espírito Eterno de Deus estará sempre presente no cenário mundial e que as benesses das Bodas do Cordeiro bem como participação no governo milenar de Cristo, terá a participação única da igreja do Senhor.


III – A NOIVA DO CORDEIRO.

3.1 Assentados à mesa do Rei.

Há quem pense que a noiva do Cordeiro é composta apenas da igreja. É bom lembrar que desde o início do mundo conhecido, a partir de Adão e Eva, Deus sempre reconheceu os fieis que viveram; sem lei, sob a lei e agora, sob a graça.

Lembrar as palavras ditas ao profeta Elias quando achou que somente ele, Deus tinha reservado somente naquele tempo e lugar, 7.000 varões que não dobraram os joelhos diante de Baal.  IRs 19:10 Rm 11:3.

3.2 As características da Noiva do Cordeiro.

O autor aponta para marcas que identificam e qualificam a Noiva.

Há muito o que falar sobre este tópico, mas vamos levar em conta o tempo:

Fidelidade.
Santidade.
Exclusividade como propriedade de Deus – Não dá lugar ao mundo.
Espera todo o tempo e com ansiedade o Noivo como em Cantares 3:1-4.

Adoração permanente, no momento do culto coletivo ou fora dele.
Proclama a grandeza do Noivo sempre.

ALERTA:

Sabemos o real sentido da palavra “igreja”. Tanto uma como a outra, foram criadas pelo Senhor.

Ao longo dos séculos. A igreja que sempre se reuniu em casas, passou a reunir-se onde fosse possível, por segurança e comodidade.

O crescimento da igreja importando falar do modelo brasileiro começava nas casas, depois, em salões e depois, em templos construídos.

O modelo brasileiro seguiu a linha centralizadora e esse modelo levou muitos a construírem suntuosos templos que tem sido a “bronca” de muitos que aproveitam a rede social para bater forte contra isso.

O fato de construírem suntuosos templos, não desqualifica a igreja no sentido “ajuntamento”, é o lugar de encontro e Deus está no meio dela, salvo se o pastor com alguma invencionice expulsa-lo como muitos fazem em nossos dias, com falsas doutrinas e comercialização de “patuás” como sal grosso, lenço ungido e tantas outras tranqueiras.


Queremos lembrar também que a busca dessa desqualificação deu causa ao surgimento das chamadas comunidades.

O importante de tudo é resistir e guardar a fé.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Nota importante aos Blogueiros que usam o Blogger

Posted by Eliseu Antonio Gomes on segunda-feira, fevereiro 08, 2016 with No comments

www.ubeblogs.net

Olá, gente crente inteligente!

Venho trazer um informe de interesse de Blogueiros (as), dirigindo-me mais aos usuários da plataforma Blogger. Não é necessário pânico ou quaisquer outras reações parecidas. Apenas preste atenção neste sobreaviso e que se disponha à tomada de atitude em tempo hábil, caso seja preciso.

Há um tempo considerável, saiu no site oficial do Blogger que o sistema Google Friend Connect (GFC) poderia ser descontinuado (trocando seis por meia dúzia: abandonado ou extinto). Ainda não houve o comunicado oficial dos Desenvolvedores, apenas informações subentendidas e o claro pouco caso com o GFC - que há muito tempo não recebe nenhuma espécie de atualização relevante.

Blogueiros atentos percebem que existe uma oscilação, para menor, no número de seus seguidores. Não se apavore, porque isso não quer dizer que esteja sendo desprezado por quem seguia você. Trata-se da política do Google em priorizar o Google Plus (G+), atitude muito parecida com a que adotou em relação ao extinto Orkut, antes do “golpe fatal”. O Google está se desfazendo de perfis cujos e-mails não estão compostos com sua “bandeira @gmail” – aqueles usuários que não se enquadram têm suas contas encerradas.

O que você deve fazer para prevenir-se:
1. Se ainda não tem um e-mail “@gmail” como administrador de seu blog, crie-o o quanto antes e faça dele o seu acesso e uso principais às atividades em seu blog;
2. Avise seus amigos/colegas de Blogosfera a tomarem as mesmas medidas;
3. Se ainda não possui uma rede social no G Plus (G+), crie-a o quanto antes;
4. Faça a atualização do seu perfil Blogger para perfil G+ (a página de acesso ao blog oferece o tutorial para isso);
5. Dedique tempo nesta nova rede, realizando divulgações de seu blog, faça-a crescer agregando colegas cristãos da Blogosfera. É possível entrar em contato com seus seguidores da GFC, convide-os para estar com você no G+.

É isso ao momento de agora. Pretendo voltar com outro recado num futuro breve, se Deus permitir.

Em Cristo,

Eliseu Antonio Gomes

Editor em:
• http://belverede.blogspot.com.br
• www.ubeblogs.net
• https://www.facebook.com/groups/ubeblogs/
• https://www.facebook.com/ubeblogs/
• https://plus.google.com/communities/112101425089547139285

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Cuidado! Não é trigo, não é, não é joio: é espinheiro!

Posted by Izaldil Tavares de Castro on domingo, fevereiro 07, 2016 with No comments


cacto-espinho-cardo-Izaldil-Tavares-de-Melo_Uniao-de-Blogueiros-Evangelicos
Ev. Izaldil Tavares de Castro.

“E de muitas coisas (Jesus) lhes falou por parábolas e dizia: Eis que o semeador saiu a semear. E, ao semear, [...] outra parte caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram. [...] O que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo, e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera” (Mt 13.1-23).

Jesus ensinou grandes lições por meio de parábolas. Entre elas está a parábola do joio e do trigo, na qual o Senhor trata da semelhança entre um vegetal bom e útil (o trigo) e um vegetal (inútil) o joio. A semelhança é tanta que, caso se queira eliminar o joio no meio do trigal, há grande risco de se arrancar também o trigo. Jesus, então, diz que o melhor é esperar o tempo da colheita, já que o joio disseminado entre o trigo não dá grãos; logo, não dará prejuízo ao agricultor.

Mas, o Senhor propõe, também, a parábola do semeador. Nessa parábola estão apontados prejuízos ao semeador, porque as sementes caem em lugares indevidos; por isso, não vingam. Um dos problemas é o espinheiro, o qual sufoca a boa semente, matando-a definitivamente.

O mundo é a seara do Senhor. A Igreja é os seus semeadores, incumbidos de lançar a semente da Palavra de Deus, a fim de que essa seara produza os bons frutos. Entretanto, a boa semente é espalhada por todo o tipo de solo; assim, alguma cairá entre os espinheiros que a sufocarão. Jesus explica o que ocorre com cada tipo de solo que recebe a semente. Resumindo: quem são os espinheiros que, de posse da semente, dão a ela um tratamento destruidor?

A Igreja brasileira está, evidentemente, cercada de mercenários, homens inescrupulosos, que criaram sistemas ditos evangélicos (o que é mentira), para deles tirarem o máximo de lucro material. Por isso, os noticiários dão conta dos seus aviões, carrões importados, fazendas e palacetes, provindos do achaque descarado ao bolso de tantos que receberam a boa semente, nos quais, porém, a cupidez - que é o interesse pelos bens materiais – os sufoca e mata-os.

Na parábola do joio, a orientação é não arrancá-lo imediatamente. Mas, agora, cabe uma pergunta: devemos deixar crescer os espinheiros que afrontam a palavra de Deus, com suas quinquilharias: águas milagrosas, rosas ungidas, chapéus de boiadeiro que identificam a sua tribo, panos de saco e outras idiotices mais?

Ultimamente, um falso profeta “cara de pau” vem usando o nome de dois honrados servos de Deus, Gunnar Vingren e Daniel Berg, os quais fundaram no Brasil a respeitável igreja Assembleia de Deus, como se fossem os seus antecessores! E ficaremos amordaçados?

Essa erva daninha dos pseudoevangélicos tem crescido em proporção assustadora, à medida que lançamos a boa semente. Mas estamos misturando a lição do joio com a lição do espinheiro. Qualquer agricultor sabe que a terra espinhosa precisa ser lavrada antes da semeadura. Os espinheiros têm de ser removidos, para que não se perca a boa semente.

A Igreja está calada diante dos espinheiros desse neo-pentecostalismo fajuto, acovardada por causa de alguns líderes pusilânimes que afirmam “Deixem! A seara é do Senhor! Ele cuida!”. Isso é ser mau servo, mau lavrador. Fomos chamados para cuidar das ovelhas, mas temos permitido que os lobos se alimentem delas. Temos sido pastores covardes! Sem dúvida, prestaremos conta ao Senhor das ovelhas.

Precisamos estudar as duas parábolas propostas pelo Senhor Jesus e, com sabedoria, distinguir o joio (que existe e não deve, por ora, ser arrancado) do espinheiro, que deve ser combatido com veemência. Não serei eu quem dará, aqui, nomes aos bois; quero dizer aos lobos; quero dizer aos espinheiros. Decidam suas posições e vamos à obra!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

EBD LÇ 6 O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES

Posted by Pr. Genivaldo Tavares de Melo on sábado, fevereiro 06, 2016 with No comments
EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 07/02/2016.
PONTOS A ESTUDAR:
I – O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES.
II –  AS OBRAS DOS CRENTES E O JULGAMENTO DE CRISTO.
III – A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E OS GALARDÕES.

 NÃO CONFUNDIR GALARDÃO COM INSIGNIAS OU PATENTES, JÁ ESTARÁ DE BOM TAMANHO.


I – O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES.

1.1 O julgamento.

Salvo melhor juízo temos duas referências diretas para tribunal relacionados aos crentes:
O texto bíblico áureo da lição,  2Co. 5:10: “Porque todos devemos comparecer ao tribunal de Cristo...” e

Rm. 14:10 por sinal, muito interessante que diz: “Mas tu, porque julgas ao teu irmão: Ou tu também porque desprezas ao teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante tribunal de Cristo”.

Estamos falando de um tribunal que fará julgamento após o arrebatamento da igreja, portanto, um julgamento para os salvos que apesar de salvos, serão julgados pelo que fizeram nesta vida, bem ou mal.

Isto revela que algumas maldades não interferirão no arrebatamento do crente, por conhecer Deus o tamanho de cada um, a cabeça de cada um, que pode limitar o crente sobre certas questões da vida.

O que vou dizer agora, não dou como ensinamento,  mas como observação. Sabemos que tem muitos irmãos sinceros, laboriosos, mas com defeitos que brinco quando digo que é “defeito de fabricação”. Aprendemos a conviver com todo tipo e tamanho de pessoa e a maior virtude é sabermos administrar essa convivência.

Há pecado que é para morte e outros não, porém, mesmo não sendo para a morte, a obra será julgada.  IJo 5:16-17.

Apenas um tipo de pessoa, já está julgada e Deus não quer conversa; é a figura do ímpio. O ímpio é pessoa dotada de inteligência e sempre busca fazer o mal de forma consciente.  Salmo 50:16 entre outros.

1.2 Quando se dará.

Temos alguns pontos importantes a considerar.

O texto de Ap. 22:12 diz claramente: “Eis que cedo venho e o meu galardão ESTÁ comigo, mas, não diz que será entregue no momento do arrebatamento. De certa forma, nem precisaria. (grifo meu).

Qualquer que atender a um pequenino, não perderá o seu galardão, Mc. 9:41.

Qualquer que sofrer pela causa do Senhor, será reconhecido pelo Senhor e grande será o seu galardão nos céus. Mt. 5:12.

Qualquer pastor líder que tratar com desprezo, deixar de assistir de maneira conveniente o seu pastor auxiliar que dirige congregação de forma subordinada, permitindo que a família deste se revolte com as injustiças praticadas e deixarem o convívio da igreja, o tal pastor será responsável e com certeza, perderá o seu galardão.

Finalmente, “Se a obra que alguém edificou permanecer,  o tal receberá galardão ICo. 3:14.

CONCLUSÃO: É maior o indício de que o galardão será entregue após o julgamento pelo conjunto das obras  que resistirem ao fogo que qualquer outra presunção.


1.3 Quem será o juiz?

IITm 4:8 – Ele mesmo, o Senhor e no final, ele mesmo sujeitará todos os homens que não creram no amor da verdade para se salvarem.

II – AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO.

2.1 A precisão do julgamento.

Todo tribunal humano está sujeito a cometer erros, os chamados “erros judiciários”, todavia, no tribunal de Cristo, não haverá qualquer variação ou desvio, pois, o Senhor reina e julga retamente.

Alguém pode perguntar se é preciso dar importância ao tribunal. Não fosse importante não estaria na Bíblia.

A segunda questão é que ninguém fique pensando se os que não receberem galardão andarão expostas para motivos de vergonha diante dos demais salvos. O propósito não é humilhar, mas, retribuir os que deram a sua vida pelo reino de Deus.

Estigmatizar é coisa do homem e não de Deus. Essa questão de olhar os outros com desprezo é coisa terrena, animal e diabólica.

Muitos alcançarão a salvação por terem resistido até o fim, mas, muitos também perderão o galardão por atos ilícitos contra seus irmãos. Chamo de atos ilícitos aquelas atitudes condenáveis como, agir de forma inconveniente, ser desonesto com o irmão, humilhar, coisas da natureza humana ligadas ao tamanho de cada um.


2.2 Ouro, prata e pedras preciosas.
Muito interessante a abordagem do autor neste tópico e recomendável que a sua leitura seja feita de maneira rápida mais firme.

É importante que não há registro de condenação para todas as obras mostrando mais uma vez que o Senhor reconhece e não despreza os limites de cada um como no caso de Ananias e Safira que muitos acham que foram para o inferno pela mentira. O pecado foi cobrado na carne de maneira imediata para salvação do espírito   (ICo.3:15).

2.3 As obras que perecerão.

A outra série de obras tipificadas no texto é: Madeira, feno e palha lembrando que são as mais barulhentas quando lançadas ao fogo. Assim, há nas igrejas muito barulho e principalmente nos nossos dias, porém sem respaldo bíblico da presença e aprovação do Senhor.

IRs 19:12 O Senhor não estava no meio do terremoto nem do fogo, mas apareceu a Elias com uma voz mansa e delicada.


III – A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E OS GALARDÕES.

3.1 Os pastores darão conta dos seus rebanhos.

Este tópico é muito sério e deve ser assim tratado tanto pelos professores quanto pelos alunos, pois, sabemos da responsabilidade pastoral e do peso do julgamento de Deus sobre os mesmos. Será maior que sobre os crentes.
Lucas 12:42-48.

3.2 Crentes darão conta dos seus talentos.

Conheço muitas irmãs e irmãos que pela condição, a única coisa que podem oferecer a Deus é o seu coração fiel e o louvor dos lábios. Receberão o galardão pela fidelidade.

O que este ponto e a Palavra de Deus trata é de pessoas que têm condições de prestar serviços ao Reino de Deus e se omitem por pura conveniência ou negligência; com certeza, não receberão galardão.

AFINAL DE CONTAS, O QUE É E COMO SERÁ ESSE GALARDÃO.

Já tive a oportunidade de ouvir algumas pérolas  sobre este assunto e uma delas, disse o propagador de novidades: “ Será como as insígnias usadas pelos militares...”.

Fico imaginando o Cel. Paulo encontrando-se com o Tenente Timóteo.

O galardão será uma distinção pela fidelidade e atos praticados em prol do Reino de Deus. O tipo de distinção mais provável poderá ser um brilho que torne reconhecível cada um dos fieis servos de Deus considerando que coisas de natureza material ou física, não devem ter lugar no céu.



UM INDISPENSÁVEL GRITO DE ALERTA

Posted by Izaldil Tavares de Castro on sábado, fevereiro 06, 2016 with No comments
www.ubeblogs.net
Causa mal-estar ouvir a maioria canções ditas cristãs de nossos dias .A tônica é "o homem". Você é raridade, você é vencedor, seus inimigos aplaudirão de pé a sua vitória, porque Deus é com você, etc.
Tudo é criado para reforças essas pregações (falações) antropocêntricas que reúnem centenas de ignorantes e endurecidos quanto à verdadeira MENSAGEM DA CRUZ.
Hoje existe um "Jesus" na cruz com as mãos estendidas para resolver os teus problemas (materiais). Olha para a cruz e terás o sucesso garantido.
Isso é blasfêmia gospel! Há pastores blasfemando! Há cantores blasfemando! Há "fiéis" blasfemando!
O avanço do evangelho está interrompido pela blasfêmia sutil que o diabo lançou em grande parte das igrejas.
Quando o apóstolo João viu vir Jesus exclamou: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" (João, 1.29). O ladrão crucificado ao lado do Senhor pediu para ser "lembrado", quando Jesus entrasse em seu Reino. Ele não pediu livramento da cruz!
Maria, irmã de Lázaro, ungiu com perfume os pés do Mestre, porque Ele era o centro das atenções, e mais ninguém!
Muita gente tem posto o Senhor como seu escudeiro, porque não o tem como escudo. Deus, hoje, é o Deus de todas as bênçãos, e bênçãos são: casa, carro, noivado, emprego e, até, divórcio! Deus é o Deus da "obra", porque expandir a obra hoje não é mais do que adquirir espaços, prédios, bens materiais. Hoje expandir a "obra" requer contratação de arquitetos, pedreiros, eletricistas. Não que construir templos seja um erro. O erro é outro!
A igreja de nossos dias tem entristecido o Senhor. Está distanciada dele porque tem caído na antropolatria, que é a idolatria do homem. Poucos há no meio cristão que anseiam pelo que Deus é. Muitos anseiam pelo que Deus dá!
Jesus não entregou a sua vida para resolver a minha enfermidade. Caso isso fosse verdade, ninguém iria a óbito! Os hospitais não teriam cristãos sobre o leito. Estêvão não seria apedrejado, Paulo não teria sido decapitado, nem Pedro, crucificado!
Jesus é o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Ele veio para resgatar a nossa relação com o Pai, a qual fora interrompida por causa do pecado. Jesus veio, por misericórdia, salvar o crente da condenação eterna.
Nada somos, nada temos, nada valemos em nós mesmos. Somos miseráveis alcançados pela misericórdia divina. Se não fossem as misericórdias do Senhor, seríamos aniquilados de sobre a terra.
A igreja está à morte espiritual por falta de quem a ensine com correção; mas também morre porque os corações estão presos às coisas deste mundo. Quanto mais o homem olha para a vida terrena, mais se afasta de Deus e mais cria panaceias que acobertam sua situação de rebeldia.
Que o Senhor mantenha sua benignidade sobre os verdadeiros fiéis. Que Deus permita o incremento de homens dispostos a entregar a mensagem pura e corretiva do verdadeiro evangelho. O Brasil não precisa de novos ministérios, de novos salões de cultos; muito menos precisa de "pescadores em aquário". O Brasil precisa de homens inseridos nos ministérios já existentes, mas que sirvam de exemplo na fé, na oração, no estudo e no ensino da Palavra. Não há qualquer necessidade de divisores no Reino.
Anseio por um avivamento - não de mudança de igreja, não de barulho, não de línguas estranhas, não de cantorias, nem de rodopios - de conversão dos maus caminhos, um avivamento de limpeza espiritual; um avivamento que separe os que "servem a Deus" daqueles "que não O servem". Um avivamento que traga homens compungidos e arrependidos de seus pecados, aos pés de Cristo!
Ev. Izaldil Tavares de Castro.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O PERIGO DE SER DONO DE UMA VERDADE

Posted by Izaldil Tavares de Castro on quinta-feira, fevereiro 04, 2016 with No comments
www.ubeblog

As mídias sociais vêm-se tornando um campo minado. É certo que por elas fica garantido o direito de expressão a todo cidadão. Atualmente aborda-se todo e qualquer assunto (quer se domine ou não, isso pouco importa); comenta-se o que bem se entende, e sente-se o gosto do pleno exercício da cidadania e do direito individual. Mas, parece que não é bem assim!

Diz um velho adágio popular, também usado pelo ilustre Machado de Assis: “Não vá o sapateiro além das sandálias”, em latim, “Ne sutor ultra crepidam”. Mas, hoje, há sapatarias inteiras a opinar sobre assuntos que nem de longe lhes dizem respeito. O importante é “o que eu acho” sobre o assunto.

Aí é que está o perigo: quem acha não sabe; logo, que se cale! Quem acha não comenta, pois não tem comentário a fazer, e isso não é vergonhoso. Vergonhoso é meter-se em lugar não lhe cabe. Numa democracia, a expressão é politicamente livre; mas, eticamente restrita.

Nos assuntos relativos à igreja evangélica, as pessoas apossaram-se de tal liberdade de “opinião” que chega a depor contra o bom senso evangélico brasileiro. Muito crente calado passa por maçã de ouro em salva de prata! Muitos envergonham o próprio cristianismo que intentam defender.

Hoje tudo se faz e tudo se expõe em nome de um “evangelho”. Bem por isso, Paulo, aconselha sobre os evangelhos (e evangélicos) anátemas. Por causa disso, fala-se, prioritariamente, mal de todas as igrejas, de todas as doutrinas (sejam adequadas ou não). Achincalham-se, praticamente, “todos” os pastores, desde que não se comungue com as orientações deles. Ora, se alguém se recusa a ser membro de uma igreja por discordar de orientação religiosa ou bíblica, basta a recusa, mas não cabe fazer comentários tão absurdos com absurdos são certos comportamentos  ditos eclesiásticos.

Não há dúvida de que este país está infestado de falsas igrejas evangélicas, não há dúvida de que há lideranças ridículas que arrebanham gente insana. Porém, que a crítica a tudo isso seja pertinente, apologética, baseada na doutrina bíblica. Enfim, a crítica deve ser feita por críticos, não por neófitos carregados de vaidade pseudoteológica.

A Bíblia relata a passagem do joio semeado no trigal (Mateus, 13.25). O pai de família não permitiu que seus empregados ceifassem o joio para não arrancarem também o trigo, o que seria prejuízo. Porém, muitos querem bombardear publicamente e por motivos menos importantes a “seara alheia”. Que há joio há! Mas está alguém autorizado a mexer na plantação? Muitos dizem que vão tirar “daquela seara” o trigo, para que não se contamine. Ora, se é trigo, não se contaminará com o joio. “Deixai-os, até que os ceifeiros autorizados façam a limpa” diz o pai de família.

Também a Bíblia relata as palavras de Jesus a respeito daqueles que pretendem apontar o cisco no olho do vizinho, quando, na verdade, têm uma venda em seus próprios olhos. É bom pensar e ouvir o ditado: “Sapateiro, não passe das sandálias!”.

Ev. Izaldil Tavares de Castro.

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net