Visite o Pesquisa Gospel

+-

(A+) (A-)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O Japão e o aborto

Posted by Cintia Kaneshigue on sexta-feira, fevereiro 03, 2012 with 2 comments
Depois de tantas discussões sobre o aborto no Brasil, resolvi relatar agora como funciona o sistema do aborto aqui no Japão.

Aqui a prática do aborto é totalmente liberada, não há discussões religiosas, ou morais em torno do assunto, e agora a única preocupação do governo em relação ao aborto é a baixa taxa de natalidade japonesa.  Um estudo aponta que a população japonesa deve diminuir trinta por cento até 2060, ficando abaixo dos 90 milhões de habitantes, sendo dois quintos deles maiores de 65 anos, em uma das sociedades que mais rapidamente envelhecem no mundo.

Em contraste, a comunidade brasileira tem experimentado uma grande explosão de grávidas. Isso me faz lembrar o povo de Israel no Egito, mas isso fica pra outra postagem... Por ano no Japão ocorre em média 500 mil abortos anuais, sendo que 40% dessa estimativa é cometido por jovens com até 19 anos.

Mesmo sem nenhuma discussão, ou penalização religiosa, a maioria das mulheres que praticam aborto, não estão livres dos tormentos psicológicos. Em muitas casas e cemitérios que passo na frente, há um mini-altar com uma estátua pequenina, com um babador. A consciência pesa do mesmo jeito, legalizado ou não.

Outro estudo recente aponta que filhos rebeldes, provém de casais que já praticaram o aborto, isto é, a família fica desordenada por causa desta decisão.

Contando experiências pessoais, quando engravidei do meu primeiro filho, ainda não estava casada , fui ao médico para me certificar da gravidez, e para o meu total espanto, a tradutora do hospital me chamou de canto e perguntou se eu queria fazer um aborto, fiquei indignada com a pergunta, mas me lembrei que estava no Japão.

Já na minha segunda gravidez, com os papéis em ordem, e com o primeiro filho a tira-colo, o médico foi bem mais sutil, apenas me perguntou se eu queria a gravidez, e se eu estava feliz com a situação, com a minha resposta afirmativa, não se tocou no "assunto". Fato é que seja de praxe perguntar a qualquer mulher grávida de até 12 semanas se ela deseja a gravidez ou não.

Enquanto você não passa do terceiro mês de gravidez, nenhum ginecologista japonês considera a mulher como grávida, apenas como uma mulher com um exame de gravidez positivo, dá para entender?

Duas tristes realidades dentro de nossa comunidade é a separação de casais, e após isso, a promiscuidade. E, o alto índice de gravidez adolescente, que tem levado algumas brasileiras, não poucas, a também optarem pela interrupção da gravidez.

Ainda falando de estranhices orientais, quando se engravida, os médicos relutam para falar o sexo da criança, isto porque há uma quantidade expressiva de desistência da gravidez, quando o bebê é menina. Absurdo? Acreditem, isso ainda acontece aqui!

Há também o preconceito sobre a pílula anticoncepcional, os médicos não a receitam. Ela foi liberada no Japão em 1999, 30 anos depois dos demais países, porém foi criado um fantasma de que pílulas teriam efeitos colaterais devastadores. Sem contar o preço do medicamento que é exorbitante, e de difícil acesso, já que para conseguí-lo é necessário passar por consulta médica mensalmente, ou trimestralmente.

Por trás disso, existe a história do dinheiro. Hospitais e clínicas no sistema de saúde japonês são pagos pelo governo, pois todos são obrigatoriamente inscritos em algum algum plano de saúde, mas no caso do aborto, o dinheiro vai direto para a instituição, não passa pelas mãos do governo. Por isso, os médicos não indicam métodos contraceptivos.

Olhando todo este contexto no plano espiritual, podemos imaginar quanto é difícil a batalha por aqui, por isso mais uma vez, peço a todos que orem por este país, que tem tanto, e na verdade é muito mais pobre do que se pensa.

Ia colocar uma foto de bebes abortados, mas quando as vi não pude conter minha emoção, e não vou colocar, mas vou deixar aqui um link, e se alguém que estiver lendo isso estiver pensando em fazer um aborto, ou aprova esse movimento, peço que olhe e depois me fale se já não eram vidas, só esperando pelo momento de estar nos braços daqueles que eram para ser seus pais...

Lembrando que a diferença entre um bebê recém-nascido e um abortado, é apenas o tempo que lhe deram de vida.

Qual a diferença entre matar um bebê nos braços da mãe ou na barriga? para ver as fotos click aqui


Não corteis uma flor

 

Não corteis uma flor. Asa cativa,

só deixará remorso em quem a corta. 

Nada mais belo que uma rosa viva... 

Nada mais triste que uma rosa morta... 

(Moreira das Neves) 

 

Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe. Salmo 22.10.

Reações:

2 comentários:

  1. Cíntia,

    Parabéns pela postagem. Muita rica e equilibrada. Não fere a ninguém, porém, não esconde a triste verdade a respeito do aborto no Japão.

    ResponderExcluir
  2. Vcs evangélicos são uma desgraça no mundo, esse deus de vcs não existe, se a pessoa não deseja um filho vcs não tem nada cm isso, se a consciência de vcs realmente pesasse fariam algo por crianças órfão ou adotariam crianças indesejadas. Vcs são a escoria do mundo.

    ResponderExcluir

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios - Salmos 90.12.

▬▬▬▬▬▬▬

Seu comentário é muito importante para nós da UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos. Portanto, comente com responsabilidade.

Atenção: Não serão aceitos comentários:

1) Ofensivos
2) Anônimos
3) Em CAIXA ALTA.

Administração UBE Blogs

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Adoração Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos artte assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais biografia Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti Hinários História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos Johann Sebastian Bach José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Louvor Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão Reforma Protestante remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia Teologia Brasileira teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net