Visite o Pesquisa Gospel

+-

(A+) (A-)

quarta-feira, 21 de março de 2012

Casamento cristão: a submissão feminina ao marido que ama sua esposa

Posted by Cintia Kaneshigue on quarta-feira, março 21, 2012 with 18 comments

Cintia Kaneshigue

Efésios 5.22-33:

"Mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor;

Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.

De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.

Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,

Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,

Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.

Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.

Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;

Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.

Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.

Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja.

Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido".

Nova Versão Internacional


Quando me converti, há 7 anos , não conseguia “engolir” essa parte das escrituras. A formação que tive, numa casa de mulheres independentes, não me fazia apta a entender este texto, principalmente porque me encontrava separada de meu marido. Hoje vejo com tristeza muitos lares desfeitos, inclusive de casais cristãos, entendo como este texto precisa ser compreendido por maridos e esposas.

Eu e meu marido estamos aprendendo a andar conforme a Bíblia nos ensina. Nós dois aprendemos a ceder, e a ouvir.

Abaixo algumas coisas que aprendemos juntos, caminhando sempre com o Senhor ao nosso lado, nos corrigindo e nos aprimorando. Não há segredo!

Se todo homem amasse sua esposa como a si mesmo, muitos casamentos estariam ainda de pé. Se todas as esposas se sujeitassem aos seus maridos, brigas e desentendimentos seriam desnecessários. Amar como a si mesmo é respeitar, se preocupar, se doar, ter paciência, dar presentes, ligar no meio do dia, ser atencioso em casa, fazer elogios, ouvir. Todos esses pontos são fundamentais para que o marido sustente um casamento feliz.

Se sujeitar ao marido não quer dizer que a esposa seja uma escrava que tenha que se submeter aos caprichos e desmandos do marido. Mas, sim, quer dizer que ela não tomará decisões sem consultar seu marido, que dará atenção ao seu lar para que quando ele chegue do trabalho se sinta acolhido; não gastará dinheiro desvairadamente sem perguntar se pode; não tomará as rédeas da família para si.

Nós fomos criados numa sociedade onde o movimento feminista cresceu conosco. Mulheres e homens são diferentes anatomicamente e psicologicamente. Logo, não temos as mesmas habilidades.

Os papéis do homem e da mulher na família são bem específicos, não podemos trocá-los, pois as coisas não funcionariam como deveria. Comparo as funções de marido e esposa com os ponteiros de um relógio. Se um dos ponteiros não estiver funcionando corretamente, não conseguiremos saber a hora exata. Ambos os ponteiros são importantes, e têm sua finalidade específica. Um ponteiro não é menos importante do que o outro. Assim um lar também precisa estar bem ajustado, para que tudo corra como deveria.


Cintia Kaneshigue, editora do blog Vivendo a Última Hora, colabora com UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos.
Reações:

18 comentários:

  1. em primeiro lugar quero parabenisa-los pelo texto, aprendir um pouco mais.

    para mim a um tempo atrás tambem era muito mais muito dificil mesmo viver essa submissão mais o senhor tem me ensinado , meu esposo é otimo e agradeço ao senhor pelo que ele tem feito em meu casamento.

    ResponderExcluir
  2. muito linda esta menssagem,a união do casal esta no respeito que um tem pelo outro,e não na disputa de ver quem manda,assim ficaria partido,e encinariamos a nossos filhos tambem ser imdepentes de nossa autoridade como pais,o exemplo é a melhor forma de viver um casamento feliz, o casamento não é só a união de um homem e uma mulher,e tambem o começo de uma decemdencia,por isso o que voce viver hoje reflêtira no amanhã de seus filhos e netos e outros decendentes,viva o verdadeiro amor,olhe mais para as qualidades do outro, doquen os defeitos,e veras o quanto essa pessoinha que esta ao seu lado deve ser respeitada, e seras um exmplo para seus filhos e outros casais, Deus abençoe as familias,amem;;;;;;;;;;;

    ResponderExcluir
  3. A sujeição da mulher ao marido está condicionada o "amar" do marido.O brasileiro não consegue dizer para a esposa 'eu te amo',ele diz eu gosto de voce que não é a mesma coisa.Onde há amor há sujeição uns aos outros,não há sujeição unilateral,em Efésios 5.21 é uns aos outros, inclui aqui o marido para com a mulher e vice versa.As interpretações desta Escritura é distorcida e tradicionalista,não se presta a uma aplicação madura,é pre-conceituosa,tá? tito from brasília.

    ResponderExcluir
  4. A mulher sabia edifica o seu lar, já a tola derruba com as suas próprias mãos...

    ResponderExcluir
  5. Bela mensagem!!!
    A esposa precisa amar ao marido como ama a Cristo, diz a Palavra! E o marido precisa alimentar a esposa com seu amor! Esse é o segredo de um casamento bem sucedido, mas e qdo o marido não trata a esposa como deveria? Sei q esse é o dilema de muitas esposas, por isso o ideal é ser fiel à Palavra de Deus...clamar ao Pai sabedoria e pelo lar, para q o Espírito Santo faça a obra no coração do homem!!!
    Paz de Cristo!!!

    ResponderExcluir
  6. muiiito boa palavra. achei alguém que penda como eu rsrsrs. parabéns!
    www.oleodedeus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. SALMOS 118.15-29
    O mandamento mais importante
    Um mestre da Lei que estava ali ouviu a discussão. Viu que Jesus tinha dado uma boa resposta e por isso perguntou: — Qual é o mais importante de todos os mandamentos da Lei? Jesus respondeu: — É este: “Escute, povo de Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças.” E o segundo mais importante é este: “Ame os outros como você ama a você mesmo.” Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois. Então o mestre da Lei disse a Jesus: — Muito bem, Mestre! O senhor disse a verdade. Ele é o único Deus, e não existe outro além dele. Devemos amar a Deus com todo o nosso coração, com toda a nossa mente e com todas as nossas forças e também devemos amar os outros como amamos a nós mesmos. Pois é melhor obedecer a estes dois mandamentos do que trazer animais para serem queimados no altar e oferecer outros sacrifícios a Deus. Jesus viu que o mestre da Lei tinha respondido com sabedoria e disse: — Você não está longe do Reino de Deus. Depois disso ninguém tinha coragem de fazer mais perguntas a Jesus.

    ResponderExcluir
  8. Que bom q vc conseguiu aceitar. Da mesma forma que a mulher n tomará decisoes sozinha os homens tbm n devem. Acho que o casamento é isso ae uma sociedade
    monikinhaflor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Agradeço a todos pelos comentários!! Eles nos incentivam a escrever mais e com maior qualidade a serviço do Reino!!

    ResponderExcluir
  10. Perdoe mas quando vc diz: "Mas, sim, quer dizer que ela não tomará decisões sem consultar seu marido, que dará atenção ao seu lar para que quando ele chegue do trabalho se sinta acolhido; não gastará dinheiro desvairadamente sem perguntar se pode; "... para mim soa como: " Farei tudo que meu "senhor"(marido) mandar, sim senhor sempre.. :(.....eu não acho que tenha que ser dessa forma.

    ResponderExcluir
  11. Sheila querida, entendo o seu ponto de vista, você é casada? Você costuma tomar suas decisões sem conversar com seu marido? Esta atitude não o magoa?
    Você usa o "seu dinheiro" sem conversar com ele?
    Se você consegue viver dessa forma, sem brigas e desentendimentos, fico feliz.
    Tudo o que escrevi foi baseado em minha experiência pessoal, meu casamento está entrando no décimo ano, mas nós já nos separamos, já brigamos muito, e penso que agora é que estou começando a viver bem.
    Este texto não visa desqualificar a mulher, ou menosprezar o seu raciocínio ou inteligência, muito pelo contrário, " a mulher sábia edifica sua casa". Contudo temos o nosso lugar distinto ao lado de nossos conjugês, e não precisamos disputar espaço com eles, amem?!
    bjos

    ResponderExcluir
  12. QUANDO LI ESSE TEXTO EM EFÉSIOS,TAMBÉM NÃO ACEITAVA MUITO BEM,MAS AO LER MAIS A PALAVRA E BUSCAR UMA VIDA AFETIVA TRANSFORMADA,COMECEI A CEDER PRIMEIRO,PERDOAR PRIMEIRO E A PEDIR DESCULPAS PRIMEIRO.HOJE VEJO A MUDANÇA QUE O SENHOR OPEROU E AMBAS AS PARTES E JUNTAMENTE COM A AJUDA DO ESPÍRITO SANTO CONSEGUIMOS TER UMA VIDA DE RESPEITO,UNIÃO E AMOR.

    ResponderExcluir
  13. Querida Ranuzia!

    Como é bom quando o Espírito Santo conduz nosso casamento.
    "E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa." Eclesistes 4:12

    ResponderExcluir
  14. O casamento pode passar por todo o tipo de problema, agora a coisa fica feia quando um dos conjuges se torna o problema, principalmente quando ha desrespeito, como a adultério por exemplo, agora quando se tem problema, mas a fidelidade e o respeito estão presentes, nesse caso fica mais fácil para encarar os problemas com a sabedoria de Deus.
    Enfretar os problemas juntos é uma coisa, agora se tornar o problema é outra, que Deus ajude os casais a em meio aos problemas familiares a fidelidade estar sempre em foco.

    ResponderExcluir
  15. Concordo contigo Conselheiro, estou vendo com tristeza casamentos acabando por causa de adultério (isso dentro das igrejas).É um sério problema que precisa ser combatido!

    ResponderExcluir
  16. O homem quando ama sua esposa e é cristão não toma decisões se ela não aprovar, pois os dois como uma só carne precisam fazer tudo em comum acordo, se um dos dois não aprovar é melhor que não seja feito, pois se o marido decide algo mesmo sabendo que a mulher é contra, ele a fere, e vai gerando um rancor no relacionamento. Por isso não existe essa de homem liderando e mulher subalterna, os dois, como lideres do lar precisam entrar em consenso. Vivo assim com o meu esposo e sou feliz, às vezes brincando falo para ele, decide o que vc quer pois você é o chefe, e ele diz: -Quem tem chefe é índio!

    ResponderExcluir
  17. Adorei a tua matéria, se todos os casais seguissem este fórmula, não haveria tantas separações e famílias destruídas mas sim, haveria famílias estruturadas e filhos menos poblemáticos.

    ResponderExcluir
  18. verdade..mas o que fazer quando descobrimos que um dos ponteiros não está cumplindo su função? trabalhamos sozinhos até nos desgastar? Mulheres criem seus filhos para ser um HOMEM DE FAMILIA...e não um frouxo, que joga tudo para cima da esposa!!

    ResponderExcluir

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios - Salmos 90.12.

▬▬▬▬▬▬▬

Seu comentário é muito importante para nós da UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos. Portanto, comente com responsabilidade.

Atenção: Não serão aceitos comentários:

1) Ofensivos
2) Anônimos
3) Em CAIXA ALTA.

Administração UBE Blogs

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Adoração Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos artte assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais biografia Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti Hinários História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos Johann Sebastian Bach José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Louvor Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão Reforma Protestante remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia Teologia Brasileira teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net