Visite o Pesquisa Gospel

+-

(A+) (A-)

sábado, 17 de janeiro de 2015

EBD.LÇ.3 NÃO TERÁS OUTROS DEUSES.

Posted by Pr. Genivaldo Tavares de Melo on sábado, janeiro 17, 2015 with No comments
EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 18/01/2015
PONTOS A ESTUDAR:
I – A AUTORIDADE DA LEI.
II – O PRIMEIRO MANDAMENTO.
III – EXEGESE DO PRIMEIRO MANDAMENTO.
IV – O MONOTEÍSMO.
                                                  DEUSES EGÍPCIOS.


PROPOSTAS DA INTRODUÇÃO:  Esta lição mostrará que idolatria não é apenas curvar-se diante de alguma figura.

I – A AUTORIDADE DA LEI.

1.1 A fórmula introdutória do Decálogo.

Tudo o que provém de Deus, mantém a mesma fórmula; “Então falou Deus todas estas coisas ou assim diz o Senhor”.

A diferença entre a fórmula bíblica e a fórmula humana é que partindo dos homens, têm gosto de barro; são ineficazes, deixam pessoas entristecidas atrás e não se percebe qualquer virtude na vida daqueles que fazem mau uso das Palavras de Deus.

Outra questão importante é que, tendo experimentado muitos e bons acontecimentos na minha vida e na vida de muitos irmãos, como curas, batismos com o Espírito Santo e outros milagres, no atual momento da Igreja, Deus não age por atacado.

Os hospitais estão lotados e aqueles que arrogam para si, poderes especiais, não são habituados a visita-los.

FIQUEMOS COM A PALAVRA DE DEUS!

1.2 As partes do concerto.

O prólogo (introdução)  dos Dez mandamentos a que o autor se refere, é a parte introdutória da lei e que ocupa um bom espaço no texto para declarar que as ordenanças dadas a seguir e pontuadas, tem o chamamento de Deus à responsabilidades do seu povo e o primeiro e maior ponto desse prólogo é: “Eu sou o Senhor teu Deus; não terás outros deuses diante de mim.”.


1.3 O Senhor do Universo.

O Século XVI (16) foi o século da reforma religiosa, que culminou com o rompimento do controle da igreja católica sobre toda ciência e filosofias. O Século XVIII (18) na total liberdade, o iluminismo abre a cela de todo conhecimento sem o “primatus” papal. A teologia toma forma mais acadêmica e quando surgem os críticos liberais  para atacar o que mais odiavam que era a religião institucionalizada, pensadores como  Descartes, procuravam desqualificar  a Bíblia com suas filosofias e interpretações;  para sustentar a ideia de um Deus tribal, ou seja, sem expressão alguma.

Teorias subjetivas – Dentro do contexto que estudamos é desprezar as verdades históricas e a própria Bíblia. Isto tem sido comum para quem pretende desqualificar a Bíblia como Palavra de Deus.

1.4 A libertação do Egito.

”Que te tirei da terra do Egito...”.

Deus  renova e reforça o chamativo para que entendam que ele mesmo, que falou e enviou Moisés e tirou o seu povo do Egito, agora estabelece a sua lei entre eles; a Lei que deveriam ouvir, guardar e praticar.



II  O PRIMEIRO MANDAMENTO.

2.1 Um código monoteísta.

Estudar os povos e as religiões é simplesmente fascinante; conhecer suas origens,  como tratavam da fé e o que praticavam para agradar o deus ou deuses das suas crenças que não eram poucas.  Havia entre eles, a tribo dos hebreus que tinham conhecimento de um único Deus e Abrão foi o instrumento para tirar esse povo do caldeirão do politeísmo para viver em uma terra e disseminassem a fé em  um único Deus verdadeiro.

Em escavações foram encontradas vilas e cidades e sob muitas casas, esqueletos de crianças, filhos sacrificados e enterrados para que seus moradores tivessem maior sorte e agradassem seu deus.

O Senhor foi ainda muito paciente com os homens  e essa paciência  estava apoiada no plano da redenção. 

2.2 Idolatria do Egito.

A cultura pagã do Egito que o autor cita, era com o que pretendiam envolver os hebreus, mas, estes, com todas as dificuldades, porém, guardados os  conselhos do Patriarca Abrão continuadas por Jacó, José e sua descendência, mantiveram-se a salvo do paganismo, porém, não todos, os saudosistas estavam no meio deles.

2.3 Como Israel preservou o monoteísmo de Abraão?

Deus tem os seus caminhos e para o seu povo, algo que não cheirava bem para os egípcios forçou o afastamento do povo para habitar a terra de Gósen. O povo de Israel tinha como base econômica, o pastoreio.

Na atual conjuntura, precisamos estar em nossa terra de Gósen como forma de não nos misturarmos com o mundo.

“...se alguém ama o mundo, o amor do pai, não está nele”. IJo 2:15

Seja lá como for, saibamos que Deus não quer parte do nosso amor.

III – EXEGESE DO PRIMEIRO MANDAMENTO.

3.2 Outros deuses.

O presente tópico  é de fácil compreensão, porém, acredito que novo para muitos de nós que nos habituamos a associar Elohim como sendo o nosso Deus, mas, aqui, temos o esclarecimento do  autor que é um hebraísta por excelência e nos enriquece com o seu ensino; aplica-se tanto ao nosso Deus como aos vários deuses na condição de adjetivo. Segundo o Wikipedia, o termo Elohim tem 2570 incidências nas escrituras e o seu correspondente Eloha, 57 vezes.


3.2 O ponto de discussão.

A questão segundo o autor está em “...diante de mim” o que para alguns, não significa impedir adoração de outros deuses a não ser, diante de mim.

Penso que podemos reproduzir o pensamento do autor para como ele entender que “não terás outros deuses diante de mim” é universal e proíbe todos os homens de se dobrarem diante de outros deuses, porém, a própria Bíblia, nos mostra que não há outros deuses, exceto na mente humana, quando destituída do verdadeiro conhecimento de Deus.


3.3 O politeismo.

O politeísmo é a prática de adoração de mais de uma divindade, o autor esclarece a origem grega do nome: Polys = muitos ou vários e Theos = “deus”.


IV – O MONOTEÍSMO.

4.1 Os mandamentos, os estatutos e os juízos.

 Segundo o autor, essas palavras denotam toda a lei e o concerto, mais uma vez, convém repetir aos alunos para que fique gravado em suas mentes que a Lei não era apenas o decálogo e ainda assim mesmo, há quem subtraia um termo da Lei para forçar os seus seguidores a guardar o sábado como se isso representasse tudo o que Deus quer do homem.

Em sentido mais amplo, nós guardamos toda a Lei de Deus em Cristo.

4.2  O maior de todos os mandamentos.

O maior de todos os mandamentos pode ser compreendido como o amor singular que temos por Deus através do seu filho Jesus Cristo que nos ensinou o verdadeiro amor e adoração devidos ao Senhor. Este é o maior mandamento.

Nem precisamos perder tempo discutindo esses aspectos com quem vive da pesca proibida nos aquários alheios.

4.3 A trindade na unidade.

Penso que este último tópico da lição é o que exige uma reflexão cuidadosa, pois, não se trata de uma simples declaração teológicas.

Temos aqui, uma nova expressão: Unidade composta, pelo menos, não é uma expressão muito usual, mas, certamente, quer dizer que temos nessa unidade, o Pai, o Filho e o Espírito Santo, isto é uma unidade composta, pois, sabemos que a Bíblia declara que os três são um entre outras declarações e revelações do próprio filho.

Se IJo 5:7-8 “Três são os que testificam no céu; O Pai, a Palavra e o Espírito Santo e esses três são um”.  Se esse texto incomoda a senhora Ellen G. Whitte e os Testemunhas de Jeová que tal fecharmos este tópico com os seguintes textos:


Lc. 3:22 “...e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo”.

Deus o nosso único Deus Verdadeiro não merece nem deve ser trocado pelos deuses deste século; cantores, pregadores, artistas e atores populares.


Reações:

0 Comentários:

Postar um comentário

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios - Salmos 90.12.

▬▬▬▬▬▬▬

Seu comentário é muito importante para nós da UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos. Portanto, comente com responsabilidade.

Atenção: Não serão aceitos comentários:

1) Ofensivos
2) Anônimos
3) Em CAIXA ALTA.

Administração UBE Blogs

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Adoração Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos artte assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais biografia Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti Hinários História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos Johann Sebastian Bach José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Louvor Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão Reforma Protestante remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia Teologia Brasileira teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net