Visite o Pesquisa Gospel

+-

(A+) (A-)

quarta-feira, 30 de março de 2016

A NECESSIDADE DE SE PREZAR A COOPERAÇÃO OU A COLABORAÇÃO

Posted by Izaldil Tavares de Castro on quarta-feira, março 30, 2016 with 1 comment
www.ubeblogs.net

Cooperar é operar em conjunto; assim como colaborar é trabalhar em conjunto. O morfema co- é um prefixo latino que consigna noção análoga à da proposição com, de que deriva. Palavras que empregam esse prefixo agregam o sentido de fazer junto; buscar ou ter o apoio de outrem para uma empreitada. Um bom líder não despreza essa noção; mas a tem bem acentuada em seu coração, e isso é uma característica do próprio Deus, que, ao criar o Homem, não tomou para si mesmo a tarefa que realizou; antes, fez uma reunião celestial quando disse: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;...” (Gênesis, 1.26 – grifos meus). O ser humano foi criado em cooperação; portanto, traz em si a necessidade do outro, já experimentada no Éden.

O Senhor deixou claro que o homem não poderia estar só (Gênesis 2.18). Deus poderia ter criado a mulher em tempo concomitante à criação do homem. Se assim não fez, não foi por descuido, pressa ou esquecimento. Não nos é difícil compreender que o Senhor permitiu a Adão passar por um sentimento de necessidade de sua companheira. Caso homem e mulher se encontrassem num mesmo instante, nenhum de nós teria a noção dessa necessidade do outro. Deus sabe como fez a sua criação!

Neemias, movido pela necessidade de reconstruir o muro de Jerusalém e de reorganizar a cidade, chamou companheiros que o ajudassem (Neemias, 2.17). Seu papel era de restaurador de um lugar totalmente destruído: um engenheiro civil e administrador. Sua posição de liderança não deixou de precisar do trabalho de Esdras, o escriba, para trazer o povo à obediência a Deus. Cada um tinha uma função, mas o objetivo era um só. Ninguém faz uma obra sozinho. Ninguém que toma decisão aleatória, ninguém que se julga acima dos seus companheiros é verdadeiro líder; porém, é um autocrata.

O sentimento de autocracia é diabólico. Satanás age sozinho, interessa-lhe a sua vontade exclusiva. Para ele, valem as suas próprias decisões. Os anjos maus que o acompanharam na queda caíram na sua astúcia e tornaram-se seus escravos, jamais seus colaboradores. Se na criação Deus disse “Façamos o homem”; na tentação de Jesus, o diabo arrogou-se o direito de falar por si mesmo “Tudo isto te darei” (Mateus, 4.9).

Nestes tempos, veem-se aumentar os homens amantes de suas personalidades, autossuficientes, impostores (no sentido de obrigar a seu interesse). Esses tais, à moda de Satanás, não geram colaboradores, mas procuram os que têm espírito subserviente às suas vontades e decisões. Arvoram-se como se líderes fossem, quando, verdadeiramente, são aproveitadores do esforço alheio.

Muitas são as igrejas, os ministérios, administrados por falsos líderes. Aqui não se trata de falsidade doutrinária, propriamente dita; mas de lideranças que ignoram a cooperação de que podem dispor. Trata-se de pastores que formam uma  trupe  para os acompanhar lá e cá, apenas para lhes aplaudir as decisões tomadas à revelia de qualquer consulta ou consideração. Não são líderes; são déspotas que amam o aplauso inconsequente de seus bajuladores.

Evidentemente, Deus não está satisfeito com tamanha ignorância dos seus princípios; o diabo, porém, vê seu péssimo exemplo ser repetido por tantos homens que dizem servir à obra de Deus. Na igreja primitiva, o senso de cooperação era extremamente forte, pois ela vivia sob a direção do próprio Espírito Santo, sobre o qual se pode dizer “o cooperador por excelência”, o Outro Consolador que Jesus prometeu (João, 14.16-17, 26).

A Igreja de Cristo não pode ser conduzida como fazem os governantes do mundo, mormente do Brasil. Eles ignoram as premissas divinas; são déspotas, arrogantes, cheios de si. São amantes do “eu”, causadores de tantos males a uma sociedade dobrada aos seus interesses mais escusos.

Jesus não fez a sua obra de pregar o evangelho sozinho; mas gerou discípulos, ensinou-os e os enviou ao mundo, prometendo estar - cooperar - com eles (e conosco) até o fim dos séculos (Mateus, 28.19-20). A igreja é corpo, logo, formada de membros. Jesus ensinou que devemos ser “um”, assim como Ele é um com o Pai (João 17.22-23).

Precisamos despertar-nos para a conscientização do sentimento que Deus colocou na alma humana, ainda que o inimigo do bem tenha implantado a soberba, a autocracia, a ingratidão entre os homens; mas esse sintoma só deveria atingir aos que agem na impiedade do mundo.

“E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém!” (Marcos, 16.20 – grifos meus).

“... E, todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” (Atos, 2.47 – grifo meu).

Paulo também faz, muitas vezes, alusão ao espírito de cooperação no seio da igreja; entretanto, há quem torça a realidade da convocação do apóstolo, a fim de submeter os seus irmãos a um mesmo ponto de vista: o seu. Mas não é disso que Paulo trata; tanto que ele solicita que não haja discordâncias sobre os assuntos. Ora, para que não haja discordância explícita ou velada, é necessário que se chegue ao consenso; nunca se deve apoiar, simplesmente, por obediência ao que é imposto. Diz ele à igreja em Corinto:

“Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes, sejais unidos, em um mesmo sentido e em um mesmo parecer” (1Coríntios, 1.10 – grifo meu).

“Um mesmo parecer” esclarece que deve haver um consenso entre pareceres. Somente as pessoas dotadas de sabedoria espiritual e de bom senso intelectual podem reunir os pareceres em um só parecer. Quando os apóstolos se viram atarefados com tanto trabalho na igreja, eles não resolveram quais homens seriam feitos diáconos; pediram que os irmãos escolhessem seus candidatos (Atos, 6.3). Isso é prezar a cooperação, a colaboração!

Ev. Izaldil Tavares de Castro.
Reações:

Um comentário:

  1. A Paz do Senhor Jesus, muito esclarecedor o seu texto, já a algum tempo vinha reparando esse comportamento de certos lideres que fazem "grupinhos" de bajuladores, as vezes os promovendo, para seu próprio enaltecimento, esquecendo de Jesus, que é digno de toda honra.

    ResponderExcluir

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios - Salmos 90.12.

▬▬▬▬▬▬▬

Seu comentário é muito importante para nós da UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos. Portanto, comente com responsabilidade.

Atenção: Não serão aceitos comentários:

1) Ofensivos
2) Anônimos
3) Em CAIXA ALTA.

Administração UBE Blogs

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Adoração Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos artte assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais biografia Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti Hinários História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos Johann Sebastian Bach José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Louvor Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão Reforma Protestante remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia Teologia Brasileira teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net