Visite o Pesquisa Gospel

+-

(A+) (A-)

sábado, 2 de setembro de 2017

AS MANIFESTAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO - EBD LÇ. 10 03/09/2017

Posted by Pr. Genivaldo Tavares de Melo on sábado, setembro 02, 2017 with No comments
EBD LÇ. 10  03/09/2017 “AS MANIFESTAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO”.

O que escrevo com base nos textos da lição, representa o meu pensamento e o que posso extrair para o ensino na Escola Bíblica Dominical,  lembrando que os alunos não são estudantes de Teologia, mas precisam usufruir de um bom e seguro ensinamento.  Eles funcionam como polinizadores;  sim, eles dão fruto para o Reino de Deus.

Aos Irmãos coordenadores de EBD:  Não torne a lição, um caderno inútil, fazendo valer os seus argumentos, um estudo à parte desta ferramenta. Recebo muitas reclamações de irmãos frustrados por conta disso. Há quem crie argumentos, tão à parte, que neutraliza até o tema proposto para estudo.

PONTOS:
I – A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO.
II – A NATUREZA DAS LÍNGUAS.
III –  SIGNIFICADO E PROPÓSITOS.
IV –  OS DONS ESPIRITUAIS.

 O batismo com o Espírito Santo que concede os dons, assemelha-se a boa e indispensável ferramenta afiada facilitadora da obra. E é para os nossos dias.

  I – A DESCIDA DO ESPÍRITO SANTO.

1.1 A experiência do Pentecostes.

Devemos considerar indiscutível a crença ou fé no Batismo com o Espírito Santo, com base nas escrituras, principalmente a associação das promessas vaticinadas por João Batista com o cumprimento.

O autor cita Mt.3:11 associado a Atos 1:4,5

O batismo com o Espírito Santo e com fogo a que João se referiu e que seria operado pelo Senhor, não tinha qualquer relação com o batismo em águas.

Que culpa temos se os homens torcem a Palavra de Deus ou simplesmente descreem?!

1.2 Batismo “no” ou “com” o Espírito Santo?

(*)O autor traz um importante pensamento sobre batismo e imersão. Como ficam os pastores que resolveram adotar a linha de Calvino, considerando que as igrejas calvinistas batizam por aspersão e batizam crianças?

(*) Considero a questão acima apenas para reflexão, entendendo que o professor não deve abrir a guarda para longas discussões.

Voltemos ao ponto. “no” ou “com”.

O autor considera os dois elementos gramaticais, legítimos partindo do texto original grego e achamos isso ótimo.

Na nossa gramática, “no” e “com” tem um sentido diferente, porém se fosse um tempero não alteraria o sabor do alimento.

1.3 Os sinais sobrenaturais.

O autor cita os  sinais:
- O som como de um vento veemente (Atos 2:2).
- A visão das línguas repartidas como de fogo (Atos 2:3).
- O falar em outras línguas (Atos2:4).

O autor considera que os dois primeiros sinais foram exclusivos daquele momento, com o que nós concordamos e não havia qualquer manto.

O autor considera que a manifestação foi o ponto de partida da igreja em suas atividades. Gosto de associar o derramamento do Espírito Santo como o ornamento da igreja ou da noiva se preferirem.


II – A NATUREZA DAS LÍNGUAS.

 2.1 A fonte.

A fonte é indiscutivelmente o Espírito de Deus que capacitou os apóstolos como canal de comunicação entre os  visitantes e que em “outras línguas” puderam ser compreendidos, nas suas próprias línguas.

Para os judeus, eles estavam embriagados. (At. 2:13)

2.2 A glossolalia.

Aqui temos um grande problema na questão da aceitação por parte  daqueles que negam o batismo com o Espírito Santo em nossos dias, mas por conta de muitos dos que fazem julgamentos com base naquilo que veem a partir dos neopentecostais.

Já li críticas onde o termo “glossolalia” é usado de forma pejorativa
Para desqualificar o dom de línguas.

As línguas faladas pelo dom devem ser restritas aos idiomas conhecidos entre as nações? Se tivéssemos que discutir essa questão de forma acadêmica, nenhuma das partes chegariam à conclusões.

Quando Paulo diz: “Que haja intérprete...” (ICo.14:27) estaria ele se referindo a qualquer idioma pátrio ou língua estranha, da pátria celestial?

Variedades de línguas e interpretação constam da relação dos dons espirituais.  (ICo.12:10).

Fui batizado com o Espírito Santo em agosto de 1966 sem “empurrãozinho" e ao longo da vida, experimentei o falar em línguas o que é uma bênção.


2.3 Sua continuação.

A manifestação do poder de Deus continuou após o dia de pentecostes, na casa de Cornélio, citado pelo autor e registrado em Atos 10 e em Éfeso Atos 19:6 como prova de que pentecostes, não era apenas um sinal, mas o início dos sinais.

Cessou? O homem cessou, mas Deus continua a operar por sua graça e bondade. Trocaram as reuniões de ensino e oração por shows, portanto a culpa não é de Deus.

Não temos contas a dar a quem não crê e muito menos aos que fazem mau uso dos dons o que tem causado muito estrago na lavoura.



III – SIGNIFICADO E PROPÓSITO.

3.1 O batismo no Espírito Santo não é sinônimo de salvação.

Sempre houve casos entre nós, de pessoas serem batizadas com o Espírito Santo, no ato da decisão por Cristo e alguns atribuem isto a uma obra perfeita e sinal de salvação.

O batismo com o Espírito Santo, não tem qualquer relação com a salvação e muito menos com a santificação, pois o dom é dado mediante o quebrantamento de coração e a vontade de Deus.


3.2 Definição e propósitos.
                                                                                             
Há seguimentos evangélicos que desconhecem a importância do Batismo com o Espírito Santo.

Costumo comparar ao uso das boas ferramentas na lavoura.

Pregar o evangelho  com poder e sem poder. Ambos terão resultados, todavia com poder, com as ferramentas tanto a semeadura como a colheita terá maiores resultados.

O que era o evangelismo no Brasil antes e depois da chegada do movimento pentecostal.

(ICo,2:4) “E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder...”.



IV – OS DONS ESPIRITUAIS.

4.1 Os dons espirituais.
A riqueza dos dons concedidos pelo Espírito de Deus é muito grande e vai do aperfeiçoamento da capacidade humana para fazer o melhor,


(Ex.31:1-4) “Depois falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá,  E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o labor...”.

(At.9:39) “(...) E, levantando-se Pedro, foi com eles; e quando chegou o levaram ao quarto alto, e todas as viúvas o rodearam, chorando e mostrando as túnicas e roupas que Dorcas fizera quando estava com elas..  Este é um dom esquecido.

Até os nove dons espirituais que transforma os momentos de culto em culto festivo de adoração a Deus e refiro-me a alegria produzida pela manifestação de Deus em nossas reuniões, claro que somente quando deixamos que ele opere.

Os dons como descritos na carta de Paulo aos Coríntios, 12:1-4 funcionam para riqueza da comunicação do evangelho e como a vara do pastor, mas sem desprezar os conselhos bíblicos que proporcionam o crescimento espiritual sadio.

Línguas, interpretação e profecias; palavra da sabedoria, palavra da ciência, fé, curas, operação de maravilhas e o dom de discernir os espíritos.

Percebam que a igreja não pode desprezar o batismo com o Espírito Santo, pois esses dons são decorrentes desse batismo.

Não há cessacionismo; o que há é falta de quebrantamento de coração para desejar e receber.

4.2 Os dons são dados aos crentes individualmente.

São dados para o que for útil ((ICo.12:7).
Não funcionam para simples promoção do crente em cargos na igreja.
Não funcionam para mostrar que o vaso que recebeu é filho predileto do Senhor.
Não funciona para mostrar que se fica mais crente.
Não funciona para mostrar que se é santificado.

Funciona exatamente para elevar o crente a categoria de “servo”, como aquele que “desce”  (Fl.2:1-9) para “lavar os pés” dos que hão de herdar a vida eterna.

COM RELAÇÃO AO BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO.

- Ninguém precisa falar de maneira rápida até dobrar a língua.
- Não precisa de empurrãozinho de ninguém que manda o “candidato” falar em línguas como se fossem produzidas pela vontade humana.
- Quem recebe, não fica nos cultos seguintes olhando a decoração do templo.
- Há sim, uma mudança de atitude para melhor servir.

Observe-se que há muitos pregadores “batizadores” que quando vão embora, tudo volta a situação anterior, ou seja, ninguém permaneceu avivado como mostrado no culto.

É preciso ser batizado com o Espírito Santo para servir no diaconato ou ministério? Se a igreja é pentecostal, não faz sentido eleger diáconos que não sejam batizados com o Espírito Santo e pior ainda para o presbitério; seria romper com o que aprendemos no livro de “Atos dos Apóstolos”.

O que escrevo acima não tem caráter impositivo, pois um dos maiores problemas que leva ao desprezo dessa busca é que há muitos irmãos sem serem batizados com o Espírito Santo que trabalham com muito mais dedicação do que outros que dizem ter recebido o batismo.


Que haja mudanças.
Reações:

0 Comentários:

Postar um comentário

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios - Salmos 90.12.

▬▬▬▬▬▬▬

Seu comentário é muito importante para nós da UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos. Portanto, comente com responsabilidade.

Atenção: Não serão aceitos comentários:

1) Ofensivos
2) Anônimos
3) Em CAIXA ALTA.

Administração UBE Blogs

Postagens populares nos últimos 7 dias

Postagens mais acessadas

Conexão de amizades

Google+ Followers

Categorias

abaixo-assinado Aborto ação coletiva Aconselhamento Pastoral Acordo Ortográfico Adoração Africa alerta Altair Germano ANAJURE ansiedade Antonio Flávio Pierucci Apologética Arminismo e Calvinimo Arrecadação de Impostos artte assuntos atuais Ateísmo atitudes audio-books barbárie Belverede Bíblia Bíblia de Estudo Bibliotecas virtuais biografia Blog do Momento Blogagem Coletiva blogagem profética Blogger Blogosfera Cristã blogueiros Boicote Brasil Cadastro Campanhas Caramuru Afonso Francisco Carla Ribas Carlos Eduardo B. Calvani Carlos Nejar Carlos Roberto Silva Carnaval cartunista cristão casamento cenas da vida CGADB charge Charles Péguy cidadania Cinema Cintia Kaneshigue clamor Como criar e editar um blog? comportamento Comunicados Concurso no blog Concursos conectados em oração Consciência Cristã conscientização Contribuição conversão copa 2014 corporativismo corrupção cosmovisão cristã CPAD CPAD News Creative Commons crianças crianças desaparecidas crime criminalidade Cristofobia Culto de Missões debate Denúncias dependência de Deus Desafiando Limites Desaparecidos Desarmamento Desastres Naturais Descriminalização da maconha Deus. devocional Dia da Bíblia dia da mulher Dia das Mães Dia de Missões Dia dos Namorados Dia dos Pais Dicas dinheiro direitos humanos discurso Divulgação Domingo da Igreja Perseguida dons espirituais Dr. Luis Pianowski Drogas DVD e-book EBD Ecologia e Natureza Editorial educação Eleições Eleições 2014 Eliseu Antonio Gomes ENBLOGUE Enquete ensino Entrevistas Escatologia Escola Dominical Escrita Esdras Costa Bentho Esperança Esportes estatísticas Estudos Etica Etica no Blogar Evangelho Evangelismo Evento exegese bíblica Facebook Família família Cristã Felipe M Nascimento Fidelidade e Infidelidade conjugal filhos filme Filosofia fim do mundo formação de opinião frases e citações Frida Vingren futebol Game Geisa Iwamoto Genivaldo Tavares de Melo George Soros Geremias do Couto Geziel Gomes gif Google Friend Connect Google Plus (G+) governo Graça Guerra Cultural Gutierres Siqueira Haiti Hinários História Holocausto homilética HQ Humor idosos igreja Igreja Perseguida Imagens Cristãs inspiração Integridade Moral e Espiritual Intelectualidade Interatividade intercessão internet Internet Evangélica intolerância Islamofobia Izaldil Tavares de Castro J.T.Parreira Jairo de Oliveira Japão jejum Jesus: O Homem Perfeito Jesus. João Cruzué jogos eletrônicos Johann Sebastian Bach José Wellington Bezerra da Costa Judeus judiciário Júlio Severo Jurgen Moltmann justiça juventude Kelem Gaspar legislação LGBTS liberdade de expressão liberdade de imprensa lição de vida Lições Bíblicas Adulto Lições Bíblicas Jovens liderança literatura livro digital Livros Louvor Lucas Santos Luis Ribeiro Luiz Sayão maconha Magno Malta manifestações copa manisfestação Mantenedores UBE Blogs Manual da UBE Marco Feliciano maridos Marina Silva Mark Carpenter Marl Virkler Marta Suplicy Martinho Lutero mártires Maya Felix Meios de comunicação mensagem mentira Missão Missão Integral missiologia missões morte Motivação mulheres música namoro Natal Nazismo Nietzsche Notícias objetivos opinião oração orientação Orkut ortodoxia Pablo Massolar papel de parede parábola páscoa passatempos pastores Paul Tripp Paul Washer pecado pecaminosidade pena de morte perdão Perseguição política Perseguição religiosa Pinterest PL 122/2006 Plágio planejamento planejar PNDH - 3 poder de Deus Poesia polêmicas Política Pornografia portas abertas Português pregação e pregadores Primavera de Sara profecia profecias maias profeta Promoção Protestantes protesto Rankings Recursos Redes Sociais Reflexão Reforma Protestante remissão Repúdio ressurreição Retrospectiva Revista Cristã REVISTA FORBES Robin Willians Ronaldo Côrrea Sammis Reachers Saúde Pública SBB Selos Senado Federal SENAMI Sentido da vida Sidnei Moura Silas Daniel Silas Malafaia sociologia Sorteios STF suborno super-crente Teatro Tecnologias Televisão Templates teologia Teologia Brasileira teologia da prosperidade testemunho Tim Keller trabalho escravo tradução Tráfico Humano tráfico sexual tragédias tribulações triunfalismo tutoriais Twitter UBE UBE 2007 UBE 2008 UBE 2009 UBE 2010 UBE 2011 UBE 2012 UBE 2013 UBE 2014 UBE 2015 UBE 2016 UBE NA MÍDIA UBEbooks UOL utilidade pública Uziel Santana vaidade Valmir Nascimento Milomen viagem missionária vício Victor Leonardo Vida Cristã vida eterna vida real vídeo Viktor Frankl VINACC Vinicius Pimentel voto voto evangélico Wagner Santos Wallace Sousa wallpaper Wellykem Marinho Wesleianismo Wilma Rejane Wordpress Yosef Nadarkhani Zip Net